Artigos

 

DIA DO ORGULHO PAGÃO NO BRASIL: OBSTÁCULOS, FRUTOS E DIÁLOGO.

O dia do orgulho Pagão é uma iniciativa de um projeto criado nos Estados Unidos, com o nome: Pagan Pride Project®.  Foi realizado pela primeira em 19 de setembro de 1998. Houve 18 celebrações no primeiro ano, 17 nos Estados Unidos e uma no Canadá. Em 2001, ocorreram os primeiros eventos na Europa e no Brasil. Os principais objetivos da organização são o avanço das espiritualidades baseadas no Paganismo e a eliminação do preconceito, assim como da discriminação com base em crenças religiosas. A missão do Pagan Pride Project® é promover o orgulho da identidade pagã através da educação, do ativismo, da solidariedade e da comunidade. O artigo visa demonstrar brevemente a trajetória desse evento no Brasil, realizado em todas as regiões do país, se expandindo com altos e baixos para diversas cidades. Verificar quais são os obstáculos e frutos relatados por alguns coordenadores locais e analisar como o projeto contribui para o diálogo religioso no Brasil. Realizamos pesquisa documental, entrevistas com coordenadores locais de regiões distintas, pesquisa intervenção, e análise de conteúdo.

Palavras-chave: Diálogo. Pluralismo Religioso, Neopaganismo.

Artigo publicado no VI Colóquio Internacional IHU. Política, Economia, Teologia. Contribuições da obra de Giorgio Agamben, 2017, São Leopoldo.

Leia e baixe aqui.

WICCA, DRUIDISMO E ASATRÚ: UMA BREVE HISTÓRIA.

Resumo

O artigo traça de maneira breve, sobre o início, desenvolvimento e atualidade de três religiões neopagãs: Wicca, Druidismo e Asatrú. O neopaganismo é um movimento religioso centrado no resgate dos deuses antigos e no mundo animado por seres mágicos, sendo a natureza sacralizada e cultuada em ritos sazonais. Busca-se a reconstrução das antigas religiões pré-cristãs europeias, e para isso cada denominação percorreu uma trilha e criou uma história. O início da empreitada se dá na Europa romântica e nacionalista do século XIX, e emerge no pós-segunda guerra mundial, ganhando força, um pouco de popularidade e legitimidade, na década de 1970, depois do fecundo e efervescente anos sessenta. Na atualidade, o movimento é cada vez mais estudado na academia, e vem crescendo no mundo. De acordo com o site adherents.com, o Neopaganismo possui um milhão de adeptos.

Palavras chave: Neopaganismo; Novas religiões; Pagan Studies.

Artigo publicado no III Congresso Nordestino de Ciências da Religião e Teologia. 2016, Recife.

Leia e baixe aqui

HISTÓRIA DA BRUXARIA: DA FEITIÇARIA ANTIGA À WICCA

Resumo

O artigo traça de forma resumida, a história da bruxaria. Discute os termos magia, feitiçaria e bruxaria, as distinções entre eles, que é ainda muito debatido na academia. Mostra como a feitiçaria é ou/e foi uma prática integrante de quase todas as sociedades do mundo, inclusive as similaridades encontradas é um dilema nos estudos da bruxaria. Explana sobre a bruxaria na Grécia e Roma antiga, com as placas de maldição, as bonecas de vodu, e as representações das bruxas na literatura clássica. Debate sobre as redefinições cristãs das religiões pagãs e a construção da bruxaria diabólica. Pondera a “extinção” no século das luzes, da crença em bruxaria e seu ressurgimento com o movimento romântico. E finalmente, analisa a origem e desenvolvimento da bruxaria moderna ou Wicca.

Artigo publicado no livro: Mosaico Religioso: Interfaces entre experiências religiosas e leituras científicas. p.45-60

Para comprar o livro entre em contato comigo pelo meu Facebook: https://www.facebook.com/karina.artemisafrodite

Confira a descrição e sumário do livro aqui: http://www.cliografia.com/2016/09/14/mosaico-religioso-interfaces-entre-experiencias-religiosas-e-leituras-cientificas/

E leia e baixe o artigo aqui

NEOPAGANISMO E WICCA

Resumo

O artigo pretende explicar que a Wicca é uma religião viável e plausível a realidade atual e brasileira, que vem crescendo a cada ano, e que mantem adeptos fieis por longa data. Vemos que mudanças culturais ou outros fatores produzem novas necessidades, devido a isto, e a desregulação da economia religiosa, a Wicca se tornou opção possível e conseguiu se manter no mercado religioso. Consideramos que os adeptos se sentem privilegiados e poderosos por serem bruxos, e que tem dificuldades causadas por forças externas para sua permanência, mas que é superada pela sua fé e recompensas adquiridas. Para analisarmos como se dá a adesão e permanência utilizamos a teoria da escolha racional, defendida por Rodney Stark. E, a teoria das estruturas de plausibilidade, encontrada no Dossel Sagrado de Peter Berger.

Palavras-chave: Bruxaria moderna; Neopaganismo, História Oral; Novas religiões; Adesão religiosa.

Artigo publicado no livro: ARAGÃO, G. e VICENTE, M. (Orgs.). Espiritualidades, transdisciplinaridade e diálogo – vol. 1 (e-book).

Leia ou baixe o livro integralmente por aqui.

A WICCA NO RECIFE: UMA HISTÓRIA

Resumo

O artigo pretende traçar uma pequena história da Wicca na Região Metropolitana do Recife, tanto da atuação do movimento como da vida dos adeptos. Pretende-se contar como se deu o início e o desenvolvimento do movimento e de seus membros. Para fazer isso, realizamos entrevistas com membros de caráter significativo no movimento, e aplicamos questionários a quarenta integrantes. Além de pesquisa documental na internet e em documentos referentes à época analisada, tais como panfletos, e apostilas. Também realizamos observação participante em atividades e grupos.

Palavras-chave: Bruxaria moderna; Neopaganismo, História Oral; Novas religiões; Adesão religiosa.

Artigo publicado no 1º GT de Wicca no Brasil. Realizado no 1º Simpósio Internacional da ABHR. ISSN: 23185201

Download pelos anais: http://www.sudesteabhr.net.br   p.126-140

 

PORQUE INGRESSAR NA WICCA? E A PERMANÊNCIA É PLAUSÍVEL?

Resumo

No meio da grande variedade de produtos (doutrinas e práticas), oferecidos pelo mercado, que muitas vezes tem provedores (conjunto de organizações) amplamente apelativos, quais foram as “boas razões” para o mercado de seguidores (demanda) ter escolhido a Wicca como religião? Quais foram os custos e recompensas/compensadores para a entrada? Foi por meio do pluralismo, ou seja, da desregulação da economia religiosa pelo Estado, que a Wicca conseguiu entrar e se manter como uma oferta religiosa no mercado religioso. A Wicca não é uma “tradição religiosa convencional”, causando uma “tensão com o ambiente sociocultural”. E essa tensão é em grau elevado, visto seus preceitos neopagãos chocarem-se com as respostas legitimadas socialmente. Dessa forma, quais são os custos e recompensas/compensadores para a permanência do adepto?

Palavras-chaves: neopaganismo, aderência e motivações religiosas.

Artigo publicado na Revista  Diversidade Religiosa, Recife, Ano III, v. 1, n.1. Março/2013.  ISSN: 2317-0476

Download pela revista: http://periodicos.ufpb.br

Download pelo academia.edu: https://www.academia.edu

 

A WICCA NO BRASIL: DESENVOLVIMENTO E CRESCIMENTO

Resumo

A Wicca é uma religião neopagã, que busca manter similaridades com o paganismo antigo e a feitiçaria. Tem origem na Inglaterra e foi dinamizada nos Estados Unidos. Chegou ao Brasil nos fins da década de 1980. Para traçar sua história neste país, visto que a bibliografia sobre o tema é escassa, além de utilizarmos livros e revistas, fizemos umapesquisa documental. Esta foi realizada majoritariamente na internet, por meio de blogs, sites de relacionamento, sites de órgãos wiccanos e neopagãos, sites de notícias, sites temáticos e entrevistas com membros militantes. Utilizamos a teoria de Rodney Stark sobre a conversão, e percebemos que diferente dos Estados Unidos, no Brasil, os vínculos com o meio externo não foram bem desenvolvidos, portanto não teve o mesmo sucesso que naquele país. Mas isso está sendo feito e existe uma quantidade significativa de praticantes no país.

Palavras-chaves: neopaganismo, história, mudanças.

Artigo publicado no livro Mosaico Religioso: faces do sagrado. 2ª edição, Fasa e Amazon. Recife, 2012.  ISBN: 9-788-57084-2

Confira a descrição e sumário do livro aqui: http://www.cliografia.com/2013/01/28/mosaico-religioso-faces-do-sagrado-ii/

 

O MOVIMENTO NEOPAGÃO E WICCANO NA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

Resumo

O neopaganismo é um movimento religioso moderno influenciado pelas crenças pagãs europeias pré-cristãs. A mais famosa e maior religião neopagã é a Wicca. Esta teve início na década de 1950, na Inglaterra, foi dinamizada nos Estados Unidos, e chegou ao Brasil nos fins da década de 1980. Para traçar a história do movimento no Recife, fizemos uma descrição fenomenológica. Realizamos observação participante em atividades; fomos a alguns encontros e participamos de algumas oficinas. Também se utilizou a História Oral, fizemos entrevistas com quatro membros de caráter significativo na criação, desenvolvimento, e divulgação da Wicca e do neopaganismo em Recife. Além de algumas entrevistas via facebook e e-mail com outros membros. Empregou-se também a pesquisa documental na internet e em documentos referentes à época analisada, tais como panfletos, e apostilas.

Palavras-chaves: História. Novas religiões. Desenvolvimento. Wicca.

Artigo publicado na Revista  Paralellus, Recife, Ano 2, n. 4, jul./dez. 2011, p. 193-212. ISSN: 2178-8162

Download pela revista:http://www.unicap.br

 

HISTÓRIA GERAL DAS RELIGIÕES

Introdução

Os grupos humanos realizaram longas viagens para sobreviver às intempéries da jornada da vida, que outrora era muito mais cheia de mistérios a desbravar. O frio da Era do Gelo, somado à escassez de alimento e ao perigo constante da morte, tornava a vida recheada de desafios a vencer. Foi assim que aos poucos nossos antepassados foram criando as culturas. Em suas grandes caminhadas, cada grupo foi se instalando em um território, ou dando continuidade ao trajeto, em busca de um abrigo melhor. Quando um grupo se sedentariza, começa a criar raízes e até sua aparência física começa a se adaptar à terra. Vão desenvolvendo suas linguagens para se comunicar e ensinar às crianças como eles compreendem a vida. E essa compreensão vai variar: uma aldeia na África, no deserto do Saara, não vai entender o mundo do mesmo jeito que os esquimós, no gelo da Sibéria. São paisagens muito diferentes. Portanto, seus mitos, seus deuses, suas leis, suas noções de certo e errado, serão também muito diferentes. Ou seja, suas culturas/religiões serão muito diferentes. E nenhuma é melhor ou pior do que a outra…

Artigo publicado no Observatório transdisciplinar das religiões no Recife, como subsídio pedagógico para o trabalho de educação religiosa nas escolas.

Foi apresentado no curso: “Atualização em Cultura Religiosa”. Realizado em 2011, para lideranças e professores de ensino religioso, promovido pelo Fórum inter-religioso da UNICAP e Instituto Humanitas UNICAP.

Download pelo Observatório: http://www.unicap.br

Download pelo Academia.edu aqui.

 

AS TRADIÇÕES DA WICCA

Resumo

A Wicca tem 57 anos de existência, no entanto, possui uma infinidade de tradições. A primeira tradição, considerada por alguns dos seus membros como a verdadeira, é a Wicca Gardneriana. Como o nome alude, é a tradição do fundador da Wicca, Gerald Gardner. A princípio só se chamava Wicca, acrescentando posteriormente o nome composto, para indicar os covens da Wicca, com apenas os princípios sistematizados por Gardner. Mesmo na Inglaterra – país de origem da Wicca- e principalmente nos EUA, a Wicca foi se fracionando em várias tradições, à medida que encontrava pessoas criativas o suficiente, para acrescentar às práticas Gardnerianas, outros elementos pagãos e mesmo políticos, como o feminismo. Pretendemos neste artigo demonstrar e discutir sobre as diversas tradições que compõem a Wicca. Deixando claro á priori, que não é nosso intuito chegar a conclusões sobre os debates muitas vezes calorosos que permeiam as querelas das tradições wiccanas. Nosso intuito é informativo e de diálogo.

Palavras-chaves: bruxaria moderna, cultura, história.

Artigo publicado e apresentado no 3º Congresso Nacional ANPTECRE. 2 a 4 de maio de 2011, na Universidade Presbiteriana Mackenzie – São Paulo.

 

CONHECENDO A WICCA: PRINCÍPIOS BÁSICOS E GERAIS

Resumo

A Wicca é uma religião moderna que busca manter similaridades com o paganismo antigo e a feitiçaria. Possui um pensamento sincrético e intuitivo, criando uma vasta diversidade de crenças e práticas entre os próprios wiccanos. Mas, podemos encontrar certas linhas comuns na maioria delas, que são: panteísmo, feminismo, rejeição do conceito de pecado e reciprocidade espiritual. Neste artigo pretendemos apresentar ao leitor alguns princípios básicos e gerais, que congregam a comunidade wiccana. Para isso apresentaremos um breve resumo da história dessa religião, e em seguida escolhemos algumas crenças, e as separamos em dez tópicos, para à partir daí dissertar sobre eles.

Palavras-chaves: bruxaria moderna, crenças, história.

Artigo publicado na Revista  Paralellus, Recife, Ano 1 • N. 2 • jul./dez. 2010 .

Ps. Uma versão mais aprimorada desse artigo pode ser lida no primeiro capítulo da minha dissertação.
RELIGIÃO E RESISTÊNCIA: OS EMBATES ENTRE O TRADICIONAL E O PÓS-MODERNO

Resumo

Na década de setenta do século XX, algo de diferente pareceu se cristalizar no modo de idealização dos valores de origem africana. O interesse pela cultura afro-brasileira provocou o processo de reafricanização, que eclodiu em conjunto com o desenvolvimento da sociedade pós-moderna. Hoje, o que observamos é a aderência dos praticantes das religiões afro-brasileiras ao cyber espaço. A quantidade de sites relacionados a essa temática cresce, aumentando, portanto, o interesse de se pesquisar sobre a entrada e contato dos devotos com o meio virtual. Nosso campo de trabalho foi o site www.xamba.com.br. Ele possui em seu conteúdo informações sobre o Terreiro de Santa Bárbara – Ilê Axé Oyá Meguê, da Nação Xambá, situado desde 1951, em Olinda. O site demonstra ter como principal intenção a conservação e divulgação dos preceitos básicos da Nação Xambá. Não resta dúvida da noção que eles têm de serem os possuidores e protetores desta nação. Isto fica explícito nos projetos feitos por seus integrantes, pela conservação de sua história, demonstrando para os internautas que eles estão bem vivos e sem perigo de extinção.

Relatório completo do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica- PIBIC

INICIO 08/2008 – TERMINO 07/2009

Leia e baixe aqui

Mosaico Religioso: Interfaces entre experiências religiosas e leituras científicas.

Posted by on set 14, 2016 in Artigos, Atualidade, História, Religiões, Slider | 2 comments

Mosaico Religioso: Interfaces entre experiências religiosas e leituras científicas.

Esse é meu terceiro livro, escrito com colegas da pós graduação em Ciências da Religião, da Universidade Católica de Pernambuco. Os escritores dos artigos são meus colegas de turma do doutorado. Quem tiver interesse em comprar o livro, só é entrar em contato. Vejam a seguir o sumário e o...

read more

Observatório da UNICAP participa de projeto de pesquisa internacional

Posted by on ago 13, 2016 in America, Artigos, Meus trabalhos, Religiões, Slider | 0 comments

Observatório da UNICAP participa de projeto de pesquisa internacional

  Como desdobramento do Seminário promovido em julho de 2015 na Colômbia pelo Observatorio de la Diversidad Religiosa y de las Culturas en América Latina y el Caribe (ODREC), do qual participou pelo nosso Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife o professor Gilbraz Aragão (veja por aqui o relato do intercâmbio), surgiu um Acordo de Cooperação internacional para desenvolvimento do Projeto de Pesquisa “Estado del arte sobre la transformación religiosa en América Latina”. Estão participando do Projeto, cujo...

read more

2º Simpósio Nordeste da ABHR

Posted by on jun 28, 2015 in Artigos, Brasil, Ciências Sociais, Cursos, Eventos, Filosofia, História, Religiões, Slider | 0 comments

2º Simpósio Nordeste da ABHR

Estou participando da organização desse Simpósio na Comissão Editorial e na Secretaria Geral. Também estarei ministrando minicurso e coordenando GT O GT que estou coordenando é o 19: GT – NEOPAGANISMO, BRUXARIA, OCULTISMO, MAGIA E NOVA ERA. Coordenador/a: Karina Oliveira Bezerra, Doutoranda, UNICAP. Associada da ABHR. Resumo do GT: O objetivo desse GT é criar um espaço de discussão e compartilhamento de pesquisas nas áreas das seguintes temáticas: Neopaganismo, Bruxaria, Ocultismo, Magia e Nova Era. Esses tópicos se...

read more

Mosaico Religioso: faces do sagrado II

Posted by on jan 28, 2013 in Artigos, História, Meus trabalhos, Neopaganismo, Religiões, Reveladas, Slider | 0 comments

Mosaico Religioso: faces do sagrado II

Segundo volume da coleção Mosaico religioso: faces do sagrado, esta obra é resultado das pesquisas de turmas de mestrado em Ciências da Religião da Unicap, que traz reflexões acerca das religiões, das manifestações do sagrado, da educação da fé, na acolhida ao amplo ecumenismo entre as tradições religiosas, reconhecendo o pluralismo religioso em nossa história e cultura, na defesa da justiça e a solidariedade, através do diálogo entre as pessoas, suas identidades e suas diferenças. Este segundo volume conta com um artigo...

read more

A religião na pré-história

Posted by on dez 21, 2012 in Artigos, Meus trabalhos, Pré-História, Religiões, Slider | 0 comments

A religião na pré-história

Mediante toda a movimentação que está acontecendo sobre o dia de hoje, em grande parte, deturpando o significado que os Maias conferiram ao dia 21 de dezembro de 2012, que é o inicio de um novo ciclo e não o fim do mundo. Resolvi postar um pedaço, que na verdade é o inicio de um texto que escrevi sobre a “História das religiões”. O texto inicia falando sobre a pré-história e nos mostra resumidamente como se deu a constituição da nossa espécie, como que ela reagiu aos mistérios da vida, e como que nos tornamos tão...

read more